×

A CONGREGAÇÃO


O trabalho das Irmãs Franciscanas Imaculatinas começou no século passado, assinalado por uma fileira de apóstolos como o Capuchinho Frei Ludovico Acernese, nascido em 14 de abril de 1835, na Itália. Ele soube harmonizar a vida contemplativa e a ação apostólica e social. Já no ano de 1869, uma jovem chamada Teresa Manganiello (hoje Beata Teresa de Manganiello) solicitou ingressar na Ordem Terceira, onde recebeu o nome de Irmã Maria Luisa.

A partir da orientação espiritual dessa jovem é que o Frei Ludovico teve a inspiração de fundar o Instituto Irmãs Franciscanas Imaculatinas, no dia 08 de dezembro de 1881. Atendendo aos objetivos do fundador, a primeira atividade a organizar foi o funcionamento de uma escola primária. Surgiu o internato para jovens e uma escola de artes feminina. Seis irmãs missionárias da Congregação Religiosas Franciscanas Imaculatinas, em companhia da Superiora Geral, algumas outras irmãs e do Frei Benjamin, da Província Monástica de Nápoles, dirigiram-se ao porto de Nápoles. Chegando a Salvador em Missão, tiveram uma acolhida fraterna por parte do Custódio da Bahia e Sergipe, que, juntamente a alguns outros confrades foi recebê-las no Porto. As irmãs foram conduzidas ao Colégio Santíssimo Sacramento, no Garcia. Em Jaguaquara, foi fundado o primeiro espaço educacional denominado Colégio Luzia Silva. Aos 4 dias do mês de Outubro de 1951, realizou-se a sessão solene da instalação do Colégio e Orfanato São Francisco, na cidade de Alagoinhas.



Irmãs Franciscanas Imaculatinas