×

NOSSA HISTÓRIA



1949
  • No dia 19 de dezembro de 1949,
  • a convite do Revmo. Frei Egídio de Elcito, Custódio Provincial dos Capuchinhos da Bahia e Sergipe, desembarcaram no Rio de Janeiro, vindas da Itália, seis irmãs da Congregação das Religiosas Franciscanas Imaculatinas.
  • 19/12/1949

  • Após uma passagem de poucos dias em Salvador, acolhidas pelas Irmãs Sacramentinas, seguiram para Jaguaquara, dando início ao 1º trabalho missionário no Brasil.
1951


  • Em 1951,
  • o Custódio dos Capuchinhos da Bahia e Sergipe ofereceu às religiosas a direção de uma obra social, em Alagoinhas, um orfanato e uma escola com a finalidade de dar amparo às meninas pobres.
  • Aos 4 de outubro de 1951, realizou-se a sessão solene da instalação do Colégio São Francisco a funcionar numa casa doada à Ordem Capuchinha pela viúva Sra. Auta Pinto.
  • A partir dessa data, inicia-se a história do Colégio São Francisco que comeou a funcionar com um orfanato e uma escola primária.
1967


    • As Irmãs cumpriram sua missão educativa
    • com o curso de Magistério de 1967 até 1988 e o Ensino Fundamental até 1990, quando o prédio foi alugado ao Governo Municipal e depois ao Governo do Estado.
    1999
    • Após uma parada de seis anos o CSF voltou
    • com a mesma filosofia de trabalho, adaptando-se às mudanças educacionais, centradas na busca da qualidade e modernidade de ensino.
    • A missão educativa do CSF alicerçada nos valores cristãos é preocupar-se com o desenvolvimento integral dos alunos, priorizando a formação ética e desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico.
    • A escola faz parte do mundo, por isso a proposta pedagógica do CSF está voltada para realização do ser humano pleno em todo o seu potencial, capaz de interagir neste mundo que o cerca.
    • Os princípios norteadores da prática pedagógica do CSF reforçam a aprendizagem significativa e estabelece a sua organização em torno de quatro aprendizagens fundamentais que se situam ao longo da vida com pilares do conhecimento: Aprender a conhecer, Aprender a fazer, Aprender a conviver, Aprender a ser.